O comportamento das gatas muda de forma drástica quando elas entram no cio. Durante este período, muitas gatas tendem a vocalizar, usando um miado diferente e muito alto, com o intuito de chamar a atenção. Elas assumem um comportamento mais ativo, ficam inquietas e muitas vezes, se esfregam e objetos e também nas pessoas. Algumas gatas chegam a urinar em lugares que normalmente não o fazem.

Aquelas gatas que têm acesso à rua podem não demonstrar o cio já, que neste período, elas saem à procura de um parceiro para cruzar. Quando voltam para casa já estão bem mais calmas e o dono nem percebe que o animal estava no cio.
O problema para os proprietários de gatas pode ser grande já que, o cio incomoda bastante e se a gata não cruzar, o cio vai continuar se repetindo podendo acontecer até uma vez por mês.

Acalmar uma gata no cio não é uma tarefa fácil. Não adianta prender ou tentar distraí-la com algum carinho ou brincadeira. Existem alguns calmantes que podem ser usados, mas sempre com o acompanhamento veterinário. No entanto, estas medicações podem não exercer efeito em alguns animais. A melhor solução para aqueles proprietários que ficam realmente incomodados neste período de cio, é a castração de suas gatas principalmente, quando não se tem o animal com a intenção de reprodução. Além do conforto para o proprietário, a castração ajuda a controlar a superpopulação de gatos existentes.

Dra. Vanessa Mollica Caetano Teixeira
Médica veterinária – UFV
Especialização em clínica e cirurgia – UFV
Mestrado em cirurgia – Unesp – Jaboticabal